Viver a Reabilitação - Edição 2018

VIVER A REABILITAÇÃO

Mai 09 - 10 | Museu D. Diogo de Sousa
9 de Maio de 2018
15:00

Sessão de abertura

  • António Gil Machado, Diretor da Vida Imobiliária
  • Manuel Reis Campos, Presidente da CPCI – Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário
  • Ricardo Rio, Presidente da Câmara Municipal de Braga
15:30

Uma nova política de habitação - Os fundamentos

  • Helena Roseta, Deputada à Assembleia da República, Grupo Parlamentar Partido Socialista
16:00

Coffee Break

16:30

Os novos programas de financiamento à Reabilitação Urbana

  • Abel Mascarenhas, IFRRU
  • Luís Saraiva, CPCI
17:00

Mesa redonda de debate: As prioridades no financiamento à reabilitação urbana

  • Poças Martins, Ordem dos Engenheiros Região Norte
  • Miguel Bandeira, Vereador da Câmara Municipal de Braga
  • António Fontes, Banco Santander
  • Paulo Silva, CEO, Savills Aguirre Newman
  • Bernardo Reis, Santa Casa da Misericórdia de Braga
  • Daniel Miranda, Vice-presidente da Direção, APRUPP

Modera:

Manuel Reis Campos, Presidente da CPCI – Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário

09:30

Sessão de abertura

  • António Gil Machado, Diretor da Vida Imobiliária
  • Bento Aires, Coordenador do Colégio Regional de Engenharia Civil da OERN
  • Alice Tavares, Presidente da Direção, APRUPP
10:00

Conservação, Memória, Reabilitação – O equilíbrio que faz cidade

  • Vasco Peixoto de Freitas, Professor Universitário, Presidente do GeCorpa
10:20

Mesa Redonda de Debate – Reabilitação & Património, onde está o equilíbrio?

  • João Carlos Santos, Direção Geral do Património Cultural, Membro do Júri do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana
  • Tiago do Vale, Arquiteto Sénior, Tiago do Vale Arquitetos
  • Daniel Oliveira, Professor Associado do Departamento de Engenharia Civil da Universidade do Minho
  • João Appleton, Professor Universitário, Membro do Júri do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana
  • Leonel Cunha e Silva, Ordem dos Engenheiros SRN

Modera:

Alice Tavares, Presidente da Direção, APRUPP

11:00

Coffee Break

11:30

Uma nova política de habitação – as novidades legislativas

  • Mariana Guedes da Costa, Advogada Associada, Abreu Advogados
11:50

Mesa Redonda de Debate – Que mercado de habitação em Braga?

  • Miguel Bandeira, Vereador, Câmara Municipal de Braga
  • Álvaro Santos, Eng. Civil, PhD. Consultor em Reabilitação Urbana
  • Luís Macedo, Secretário Geral, CIM Cávado
  • Manuel Carlos Silva, Professor Catedrático no Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho
  • João Nuno Magalhães, Vice-Presidente (Norte), APEMIP

Modera:

António Gil Machado, Diretor da Vida Imobiliária

14:30

Braga na rota do Turismo do Emprego – o impacto da R.U.

  • Carlos Oliveira, Presidente, InvestBraga
14:50

Mesa Redonda de Debate - Braga na rota do Turismo do Emprego: o impacto da R.U.

  • Carlos Oliveira, Presidente, InvestBraga
  • António Carlos, Administrador, Casais
  • Filipe Santos, Diretor Adjunto da Divisão do Porto, Savills Aguirre Newman
  • Carlos Neves, Ordem dos Engenheiros

Modera:

Bento Aires, Coordenador do Colégio Regional de Engenharia Civil da OERN

15:30

Coffee Break

16:00

A oportunidade dos centros comerciais de primeira geração na reabilitação urbana em Braga

  • Domingos Macedo Barbosa, Presidente, ACB – Associação Comercial de Braga
  • Adriano Fidalgo, Administrador, Astrolábio – Orientação e Estratégia SA
16:20

Mesa Redonda de Debate - A oportunidade dos centros comerciais de primeira geração na reabilitação urbana em Braga

  • Miguel Bandeira, Vereador, Câmara Municipal de Braga
  • Rui Marques, Diretor Geral da Associação Comercial de Braga
  • Pedro Guimarães, Investigador do Centro de Estudos Geográficos, IGOT
  • José Alberto Rio Fernandes, Presidente da Associação Portuguesa de Geógrafos
  • Francisco Rocha Antunes, Administrador, Capital Urbano

Modera:

Daniel Miranda, Vice-presidente da Direção, APRUPP

17:00

Encerramento – Ricardo Rio, Presidente da Câmara Municipal de Braga

Museu D. Diogo de Sousa

R. dos Bombeiros Voluntários s/n

4700-025 Braga

 

O Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa é um organismo público, dependente do Instituto dos Museus e da Secretaria de Estado da Cultura.

O Museu foi criado em 1918, como museu de arqueologia e arte geral, como o objectivo de obstar à dispersão do património local até então na posse de particulares e outras instituições.

Em 1980, com a sua revitalização a missão do Museu foi redefinida como um organismo científico-cultural no âmbito disciplinar de arqueologia, passando a exercer as suas actividades básicas nos domínios do apoio à investigação, da museologia, da divulgação cultural, do apoio ao ensino e à defesa e preservação do património arqueológico regional.

Instalado num edifício construído para o efeito, abriu as portas ao público em 29 de Junho de 2007.